sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Carteira de Motorista


Vários brasileiros que moram aqui já escreveram em seus blogs sobre como tirar a carteira de motorista na Alemanha, e pode-se encontrar informações em sites oficiais, como o da Embaixada Brasileira na Alemanha. Por isso, não vou chover em pista molhada. Mas vou contar  a minha experiência pessoal para conseguir dirigir na Europa. 
  Quando mudamos para cá a DHL contratou uma firma de recolocação. O que é isso? É uma empresa responsável por ajudar o expatriado a se achar no novo país: encontrar hotel, alugar casa, fechar contrato, tirar visto, registrar-se na prefeitura, encontrar médico e dar entrada nas papeladas para a carteira de motorista. Tão logo chegamos, em janeiro de 2006, comecei o processo para tirar carteira sendo que eu já dirigia há uns 19 anos. A agente de recolocação que nos foi indicada nos levou a uma auto-escola (Fahrschule) e fizemos a inscrição para fazer todo o processo com eles.Por sermos brasileiros, podemos dirigir com a nossa carteira por 180 dias. Mas ainda não tínhamos carro. Compramos o nosso VW (Fauvê) em abril e aí foi uma festa até o dia 20 de julho.
Existem 5 etapas para ser motorista na Alemanha: teste de vista, curso de primeiros socorros, aulas teóricas na auto-escola, teste teórico e teste prático. Como brasileiro, já com carteira, não é necessário fazer as aulas teóricas, o que reduz o valor e o tempo final da empreitada.A primeira coisa que fiz foi o teste de vista, que é feito em qualquer ótica autorizada. Depois foi a vez do curso de primeiros socorros na Cruz Vermelha (Deutsches Rotes Kreuz).
Segundo a lei alemã, você tem que parar pra ajudar se for o primeiro a chegar num local de acidente e tem que prestar os primeiros socorros, sinalizar o local, orientar os passantes pra evitar um novo acidente e chamar o resgate . Se não parar pra ajudar e te pegarem, você tá frito(acho que foi este modelo que o Brasil tentou implantar um tempo atrás, mas não colou). O curso foi em um sábado inteirinho. E foi só pra inglês ver. Eu ainda não falo alemão direito, imagine quando cheguei aqui. Eu não entendia uma palavra, mas fingia que estava entendo tudo e quando vinha pergunta eu fingia que estava escrevendo. Foi o verdadeiro monkey see, monkey do - o instrutor explicava, apresentava slides, demonstrava com os materiais e com um boneco para treinamento de ressuscitação cardiopulmonar que sinalizava se você estava fazendo certo ou não.


Depois veio a prova teórica.
Pra fazê-la, é preciso estudar uma apostila quilométrica com  mais ou menos 1270 questões com três alternativas cada e as respostas corretas podendo ser 1, 2 ou todas elas, sendo que na prova só caem 30 das questões. É cada pergunta cabeluda!!! Algumas falam sobre trailers e motorhomes e questões de física, cálculo de velocidade, tempo, espaço.   A agente de recolocação ficou responsável por comprar as apostilas. Eu pedi em inglês. Por conta própria, quando ela viu que tinha a apostila em português, foi essa que ela comprou. Só que era com português de Portugal e ai eu perdia muito mais tempo tentando entender os termos "técnicos" portugueses. Por exemplo:
  • Quando voce quer seguir o percurso duma estrada com prioridade curvada...(Quê?)
  • Como tem você que se comportar se uma colisão com caça grossa não é de se evitar mais? (Ui)
  • Como se assegura um automóvel ligeiro com caixa de velocidades contra o rolar do sítio no monte? (Não me pergunte!)
  • berma da estrada (Onde?)
  • lomba ( a lomba da pironga do caburetê)
  • pela pintura da viatura que dá nas vistas (Doeu)
  • estradas calcetadas (serão estas as ruas com palallllepepídeos?)
  • luz de travão acesa (Quem travou fui eu)
  • a estrada está gelada num troço pequeno (ãã?)
  • passadeira (minha mãe costumava ter uma na sala)
  • em sitios de estradas estreitas e desordenados = em estradas estreitas e com pontos cegos
  • carris
  • trânsito seguinte = trânsito atrás
  • mudanças = marchas
  • horas de ponta = horarios de pico
  • a direcção de marcha para a direita está prescrita = é obrigatória
  • rotunda
  • se nenhuma mudança estiver metida (depois dizem que metida sou eu)
  • rodados múltiplos
  • enseio de paragem
  • na sua direção = no mesmo sentido (essa eu não entendi mesmo)
  • eu suprimo a minha arrelia, fico calmo e continua a marcha...( eu não trabalho em circoooo!)
  • colectividades de passageiros (serão estes omnibus?)
  • inversão de marcha = mudança de direção (já viu isso?)
  • vento ponteiro
 Então, pedi que ela trocasse pela apostila em inglês, mas não dava pra trocar, então tive que morrer com  mais 54 euros, porque como boa alemã ela não reconheceu que o erro foi dela. (Ah, consegui vender a apostila em português, antes do último Natal, por 40 pilas),Eu fiz o teste teórico depois de 4 meses estudando (com filha pequena, não dava pra ser antes). Acertei 100%.
Chegou a hora das aulas práticas.
 É o instrutor que decide quantas aulas práticas você precisa fazer. Foi ai que me ferrei. Dirigindo há mais 19 anos no Brasil, parecia uma analfabeta de volante com o instrutor que me coube. Além de ele ser um boçal, na primeirinha aula, o canalha me fez esperar por 10 minutos até ele terminar a briga que estava tendo com a namorada no celular. E o pior, não compensou no final. E a babaca aqui, não falou nada. Depois, em uma das aulas, me fez entrar no Drive Thru do McDonalds porque estava com fome - pelo menos não fui eu quem pagou ( mas nem ganhei uma batatinha). A terceira vez, me fez dar a volta num quarteirão para voltar até um supermercado pra ele ver o prospecto grudado na porta do mercado fechado, pois estava procurando algumas coisas pro apartamento novo onde ia morar com a namorada com quem estava brigando. Pode? Pode se a aluna for tão bocó quanto eu.
Me disseram que por eu ter carta e por ter acertado 100% da prova teórica, talvez só precisasse de umas 3 aulas práticas pra aparar as arestas. O problema é que em cada aula, o canalha encontrava um "defeito" no meu modo de dirigir que ele só apontava no final, dizendo que assim eu ainda não estava preparada para o teste. Foi que, depois de 10, dez!!!! aulas práticas (eu que nunca levei multa, nem tive culpa nas 2 batidas de carro que tive no Brasil), os meus 180 dias acabaram e eu não mais podia dirigir tendo um carro na garagem. Além de tudo isso, o ruminante de Erdnuss Flips se negava a me levar em casa à noite. E um dia vi o canalha passando de carro na minha rua, bem na hora que eu estava voltando da aula... de ônibus.
Dia da prova prática.
Na hora da prova, o instrutor senta na frente e o examinador no banco de trás à direita para ver meus movimentos. O teste dura 45 minutos. Se levar menos é porque não passou. A partida é no estacionamento de uma loja de materiais de construção. Vi gente chorando porque não passou, gente chorando porque passou. Depois de uns 15 minutos, chega o carro do meu instrutor com um aluno e o examinador. Faltavam 5 minutos para o meu teste, mas eles resolveram tomar café e ele falou para eu ir junto. Fiquei igual um dois de paus esperando os dois tomarem café. Eu estava numa ansiedade horrorosa e com uma gripe e febre de 38,5. mas não quis desmarcar o teste porque leva 3 semanas para marcar um novo e eu não estava a fim de ficar mais tempo sem dirigir. Hora do vamos ver. O examinador falava em alemão e o instrutor traduzia, eles conversavam e riam o tempo todo e eu com o coração na boca fiz umas 4 coisas que não deveria fazer. Ninguém em sã consciência dirige sem saber ao certo onde está indo ou sendo guiado por alguém que só diz para onde você tem que ir em cima da hora. E foi nessa situação irreal que  fui avaliada. Uns 20 minutos depois fomos para um estacionamento. Lá eu estacionei o carro e os dois começaram a discutir. Eu não entendia bulufas, só alguns números. Eu deduzi que, pelo tempo de teste e pela discussão, o meu instrutor estava tentando convencer o examinador que não convinha me reprovar. Eu comecei a passar mal e me debrucei no volante. Foi quando o examinador me deu os parabéns em inglês dizendo que eu tinha passado, mas que por eu ser estrangeira, ele não estava com a minha carteira em mãos para me entregar. Eu teria que ir ao Departamento de Carteira de Motorista da prefeitura para pegar a minha carteira. Eram 11h40, uma sexta feira e departamentos públicos geralmente fecham. Eles disseram que eu não teria tempo para chegar lá. Mas eu não quis saber, saí correndo do estacionamento numa área sem calçada, fui andando pelo meio do mato até chegar num ponto de táxi em frente ao Post Tower, onde o Amanzor trabalhava (se tivesse de carro, teria levado uma dúzia de multa e perdido a carteira). Lá, pedi ao taxista pra me levar o mais rápido possível até a prefeitura. O taxista era libanês e super gente fina, me mostrou até o caminho mais curto pra onde eu tinha que ir dentro do prédio da prefeitura.  Cheguei lá, peguei a senha e eles fecharam a porta atrás de mim. Tive que entregar minha carteira de motorista brasileira. Não entendi bem o porque mas a pessoa me informou que eu não posso ter uma carteira de motorista em cada país que eu vá. Não achei uma justificativa plausível, já que os americanos não precisam entregar a deles. Mas como a minha carteira estava pra vencer mesmo... Eu ainda tinha a minha carteira antiga, cor de rosa. e na viagem seguinte ao Brasil, fui ao Poupa Tempo e no mesmo dia fiz uma carteira nova. Nada como o jeitinho brasileiro de resolver as coisas.
Desde agosto de 2006 tenho minha carteira alemã e ela é pra sempre. Não preciso nem mesmo renová-la periodicamente. Por isso, tem tanta gente de idade fazendo cag...adas no trânsito por aqui. Eles não precisam fazer nem teste de vista, nem psicotécnico, nem teste teórico ou prático, nunca mais a não ser que causem algum acidente. A minha vizinha, que tem mais de 80 anos, quando soube que eu tinha tirado a carteira alemã, me deu os parabéns e disse que a dela ela tirou há mais de 50 anos e que  agradece por não ter que renová-la de tempos em tempos, pois, certamente, não a teria de volta. Nada como uma pessoa consciente da sua incapacidade e que faz vistas grossas ao risco que corre e que faz os outros correrem. Bem, daqui a alguns anos, sou eu que vou estar agradecendo ao sistema, assim como ela. 


Exemplos de testes em inglês e alemão
http://www.fahrschule.de/Testbogen/
http://www.osterberger.org/test.html

40 comentários:

  1. Arlette, o que vc fez foi a Umschreibung, conversao da carteira brasileira em alema.
    Eu estou fazendo a minha agora, fiz a prova teórica (em alemao!) em dezembro e logo logo voltarei a fazer aulas práticas. Por aqui o tempo estava muito ruim, com bastante neve nas ruas.
    A conversao implica na troca da carteira brasileira pela alema. Caso precise da brasileira, vc vai à prefeitura e destroca. E assim por diante.
    Uma conhecida japonesa sequer precisou fazer prova, simplesmente recebeu a carteira alema, mas morre de medo de dirigir, pq no Japao o trânsito é como na Inglaterra, tudo do lado direito e ela só sabe dirigir carro automático. Injusto pra caramba, mas acredito ser uma questao de diplomacia, convênio entre os países, sei lá...

    ResponderExcluir
  2. Então, Camila,
    Pelo site da embaixada, é assim mesmo que funciona. Mas eu fui ao Brasil e fiz a minha brasileira e agora tenho as duas. hihihi
    Tambem conheco um monte de gente que, por ter a carteira americana (americanos ou não) só precisou dar entrada na carteira alemã e ainda ficou com a outra. E tudo tem a ver com acordo. No caso dos EUA, o acordo é entre estados e Alemanha e não pais-pais.
    BJS

    ResponderExcluir
  3. Oi Arlete, td joia? Eu sou psicóloga; tenho uma empresa de relocation aqui no Brasil e adorei saber o quanto vc se sentiu melhor com a contratação desses serviços ai na Alemanha.
    Gostaria de te convidar para uma entrevista sobre adaptaçao cultural.
    Estou pesquisando 30 familias expatriadas que sentiram o choque cultural (de preferencia com criança); para terminar um livro sobre o tema.
    Se topar, me escreve: grazizw@yahoo.com.br

    Aproveitando, visite:
    www.toliveabroad.wordpress.com

    Abracos

    Graziele

    ResponderExcluir
  4. Ola Arlene
    Estive procurando informacoes sobre carteira de motorista e encontrei seu blog. Muito bom ter o processo todo explicado, obrigado!
    Meu caso è exatamente o mesmo que o seu, trocar a CNH brasileira pela alemã.
    Gostaria de saber se voce sabe algum lugar onde posso baixar o material de estudo para a prova teórica. Saberia me indicar? Ou pelo menos o nome da apostila para eu ter uma base para procurar?

    Obrigado
    Capitale
    capitale_arg-things@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ola Arlene
    tambem estou morando na alemanha e estou fazendo minha carteira agora, mas eu ainda nao tinha feito minha carteira no brasil,terminei minhas aulas teoricas e estou aguardando marcarem minha prova.
    Vc sabe me enformar se eu posso comecar as aulas praticas antes de fazer a prova teorica?
    E tambem gostaria de saber se na sua prova pratica o seu instrutor fala ingles por sorte ou vc pediu alguem q falasse ingles?

    Obrigado
    Guilherme
    guth_mazeto@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Guilherme,
    No meu caso, as aulas práticas só foram feitas apos eu ter feito o teste teorico. Mas voce deve falar na sua autoescola sobre isso. Algumas deixam voce fazer as aulas práticas antes mesmo de ter feito o teste teorico.
    Quanto a lingua, veja na autoescola se tem algum instrutor que fale ingles ou portugues. O seu instrutor ira te acompanhar durante o teste pratico. Ele traduzira o que o examinador falar.
    Boa sorte.

    ResponderExcluir
  7. Adorei ter lido seu Blog, estou um pouco aliviada ( NAO SOU BURRA NAO !!!) esse material é mesmo Portugues de Portugal...ja estava louca tentando entender, agora tambem ja era, ja estudei tanto que acabei decorando e indo na logica da questao. Agradeco ao meu marido pela paciencia de ter que estudar comigo. Farei a prova teorica esta quinta.
    Um abraco.

    ResponderExcluir
  8. Olá Arlete nao é português de Portugal nao. É português de tradutor BURRO.Ninguém em Portugal escreve assim e eu tirei lá a minha carta de conducao.

    Beijinhos


    Odeio teclado alemao sem til nem cedilhas....

    ResponderExcluir
  9. Oi Arlete,
    Foi muito bom ter lido seu Blog, pois assim pude evitar os problemas de traducao do portugues de portugal....rssss. Eu efetuei conversao da minha carteira brasileira estudando e preferindo fazer a prova em ingles e gracas a SENHOR DO BOMFIM, a baiana aqui passou de primeira. Para aqueles que falam ingles e residem em Frankfurt e/ou redodezas recomendo a auto escola Brauer:) http://www.fahrschule-brauer.de/

    Sorte a todos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Arlete,

    Achei o seu Blog 10!!!Eu efetuei a conversao da minha carteira de motorista essa semana. Para mim a melhor opcao foi estudar (CD Click and Learn) e fazer o teste em ingles.Para aqueles que residem em Frankfurt ou redondezas recomendo a auto escola Brauer, o proprietario foi muito atencioso e nao me empurrou um monte de aulas $$$$
    http://www.fahrschule-brauer.de/
    Bj,
    Ivana

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    eu moro a 2 anos e meio aqui na alemanha e ainda nao consegui vencer esse monte de perguntas, meu Deus quanta lei tem esse pais
    Tambem estou tendo o mesmo problema que vc teve com esse portugues tao confuso
    as perguntas muitas vezes nao tem sentido
    Sinto muita falta da minha carta pois assim como vc dirigi 19 anos no Brasil e aqui só 6 meses.
    Nao sei o que faco, meu alemao nao é la grande coisa, meu ingles tambem e esse portugues ta me deixando maluca.
    Se vc puder me dar uma dica te agradeco.
    Um abraco

    Patricia

    ResponderExcluir
  12. Patricia, Se voce tem um conhecimento minimo de alemão ou ingles, voce pode usar essas linguas como apoio para entender a apostila em portugues, como eu fiz primeiramente. Tente fazer a prova. Arrisque. Se não passar voce vai ter perdido a taxa, mas se passar, vai sair no lucro porque a maior parte das questões não são aplicaveis no dia a dia. Meu marido tirou a carteira dela há uns 3 meses e usou este site aqui pra estudar as questões:
    www.fahrschulcard.de
    Boa Sorte com a empreitada que não é fácil.

    ResponderExcluir
  13. olá, não sei se já comentei aqui antes, mas vira e mexe dou uma sondada! ;) Estava na net procurando justamente sobre o Umscreibung e gostei muito das informações que vc postou. Segunda-feira mesmo vou procurar Kfz-Zulassung em Berlin (é lá mesmo né?!) e ver como dou entrada no meu processo, pois já moro aqui há mais de 6 meses. abs

    ResponderExcluir
  14. Oi, Isabela,
    Eu fiz todo o meu processo com a Fahrschule. Meu marido teve que ir também ao Furhrerscheinsamt (acho que é assim que escreve) na Prefeitura. Esse departamento que você falou eu nunca fui, eu acho que este é relacionado a carros e não a carteira de motorista. Boa sorte com a sua empreitada, porque não é fácil.
    E continue me visitando.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Ola pessoal,

    Estou no processo de me mudar para Alemanha dos EUA pela DHL e estou meio em choque com a complicacao da carteira de motorista na Alemanha.
    Eu tenho carteira brasileira e acho que ja tenho informacao suficiente para passar pelo teste de paciencia que eh a conversao mas a minha esposa nao tem carteira brasileira e eu ouvi dizer que o custo de fazer o processo todo pode ser ateh 6000 Euros. Eh verdade isso? Alguem sabe o custo real?

    abraco

    Elias
    elias.n.albino@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. oi Arlete aqui é a Patricia
    Valeu pela dica
    vou entrar no site que vc passou

    ResponderExcluir
  17. Oi Arlete

    Eu estou para entrar nesse processo de troca de carteira. Pelo que eu tenho visto em Berlim, vou precisar enviar minha carteira brasileira pra ADAC para traduzir. Você não mencionou esse passo, precisou traduzir também?

    ResponderExcluir
  18. Olá, Marcelo,

    Fui orientada a trazer todos os meus documentos pessoais traduzidos do Brasil, inclusive a carteira. Mas quem não tem a tradução, pode fazer na ADAC mesmo.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! A tradução faz na ADAC.

      Excluir
  19. A carteira internacional PID tirada no Brasil nao serve como traduzida? Ou nao tem pra onde correr, tem que fazer a traducao na ADAC?

    ResponderExcluir
  20. Olá, Russo, a carteira internacional vale pelo seu periodo de validade, acho que por um ano, mas para o turista. A partir do momento em que você reside no país, o que vale é a regra de usar a sua carteira brasileira por 6 meses apenas. Depois disso, tem que tirar a alemã. Creio que você possa usar a carteira internacional em conjunto com sua carteira brasileira pelos 6 primeiros meses sem a necessidade de tradução pela ADAC, pois os dados da sua carteira original constam na carteira internacional. Essa é a informação que eu tenho.
    Obrigada por visitar o blog.

    ResponderExcluir
  21. Arlete você teria o nome de uma empresa de recolocação para indicar, vou me mudar em breve pra fazer faculdade e estou perdido no que fazer. Se puder me passar pelo menos uma já será uma grande ajuda!!! (danschneider9@gmail.com)

    E lendo o seu blog já tenho noção do que passarei para obter minha carta.

    Abraço,
    Dan Schneider

    ResponderExcluir
  22. Muito bom o seu blog. Curti muito a descrição da apostila em português de Portugal!

    ResponderExcluir
  23. Nossa arlete. otimos esclarecimentos.
    quanto a renovacao, entendo que no Brasil é feita pra ganhar grana, aqui, deveria ser feito pela seguranca mesmo.
    Afinal, mesmo sem a tal renovacao, o indice de acidentes aqui é menor que no Brasil.
    Acho q tem mto a ver com cultura e respeito. Aqui, onde nao há sinal, eu ponho o pé na faixa, e o motorista pára, ja no brasil...eles aceleram na hora que chegamos na boca do passeio por que eles acham q uns segundos vai atrasar a vida deles, mesmo sendo preferencia do pedestre!

    ResponderExcluir
  24. Seu post é antigo, mas é atual! To passando por esse processo agora. Tirando carteira e terminando o doutorado.
    Putz, me senti muito mal na minha primeira aula de direcao, tb me senti como uma idiota que nao sabia fazer nada. A minha instrutora só ficava pisando no freio. Ódio! tai uma coisa que pensei nunca precisar fazer nada vida de novo... tirar carteira de motorista.

    ResponderExcluir
  25. Ola Arlete,

    Como vai?
    Farei a minha prova na sexta, mas estou perdida qto a aquelas regrinhas de estacionar de re, vc tem alguma dica? Meu Alemão ainda e fraco para entende-las, acho que nesse caso, meu caso Português tmb, rs...Help me :-) Bitte!

    LG aus Allgau,
    Marianna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marianna, pelo tempo que eu tenho carta(25 anos), eu faço isso sem pensar em regras. Mas acho que este video pode te ajudar: http://www.helpster.de/wie-parkt-man-richtig-ein-anleitung-zum-seitwaerts-einparken_16470#video

      Boa sorte na prova amanhã.
      Abraço

      Excluir
  26. Que legal Arlete suas informacoes, estou tirando a minha tambem, a Brasileira ja venceu. Pedi a minha tambem em Portugues, céus, dificil entender o que eles falam, muitas coisas nao fazem nenhum sentido... mas vamos na esperanca de tudo dar certo.
    Beijos :)
    Aline

    ResponderExcluir
  27. Arlete, tudo bem?

    Seu post foi muito útil! Gostaria de saber, se possível, qual foi o custo total para tirar a habilitação. E, além disso, qual foi a parte que coube às aulas práticas nesse total (pois gostaria de evitar as aulas práticas).


    Obrigado!

    ResponderExcluir
  28. Oi, Arlete, tudo bem?

    Seu post foi muito útil! Gostaria de saber, se possível, qual foi o custo total para tirar a habilitação. Além disso, gostaria de saber separadamente o valor das aulas práticas (pois tentarei evitá-las e estou tentando saber quanto custaria).


    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Felipe, eu tirei a carteira há 7 anos. Meu marido tirou faz uns 3 anos e pagou 30 euros cada aula prática. O custo total eu não sei te dizer, pois depende de você já ter carteira brasileira ou de outro país ou não e do Estado em que mora.

      Excluir
  29. Oi Arlete !
    Estou na Alemanha a pouco mais de um mes e vou precisar tirar uma habilitacao por aqui.
    Adorei o seu blog e as suas aventuras para tirar a habilitacao. Eu ri muito e tambem fiquei tremendamente indignado com o teu instrutor (um verdadeiro babaca).
    Parabens pela sua garra !!!
    Kyosuke Saito

    ResponderExcluir
  30. Arlete, parabéns !
    Eu adorei ler o seu blog e as informações dele.
    Achei incrível a sua história e gostaria de te parabenizar pela garra !
    Eu me mudei para Hamburgo no mês passado e vou começar o processo da carteira de motorista na próxima semana. O seu blog com certeza me ajudará muito !
    Obrigado por compartilhar !!!

    ResponderExcluir
  31. Oi,
    já tinha carteira no Brasil e estou me preparando para fazer a prova teórica, sao 1680 questao, estou assustadíssima, leio e releio e nao consigo colocar todas na minha cabeca e olha que ainda estou no comeco.
    comprei a apostila em portugues de Portugal e muitas vezes fico confusa mesmo, mas enfim...minha dúvida é, tem questoes com pontuacao 2, 3, 4 e 5, se errar 2 de 5 já esta reprovado, mas se acertar a metade é aproveitado alguma coisa ou perde a questao, por exemplo: a questao vale 4 pontos, seu acerto uma das e tem 2 certas, é aproveitada alguma coisa pelo acerto de uma das ou nao, perde a questao total???

    ResponderExcluir
  32. Oi Arlete!
    Muito bacana seu blog. Bem, estou no processo de Umschreibung da minha carteira de motorista aqui em Berlim. Irei fazer a prova em Português(Portugal), já que meu alemão ainda não é suficiente. Estou procurando uma apostila em Português, mesmo com toda confusão de algumas palavras. E li que vc havia comprado uma. Onde posso encontrar está apostila em Português? Caso saiba, segue meu e-mail para sua dica apf.leme@gmx.de
    Obrigada e Abraços! Ana Paula

    ResponderExcluir
  33. Se eu fosse morar na Alemanha durante 1 ano para estudar, a minha CNH só será válida por 6 meses também? E se for para alugar um carro para fins turísticos, como fica a situação?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que eu saiba, você só poderia utilizar a sua CNH por 6 meses. Para alugar um carro, não sei o que te pedem na locadora. Mas o problema é que, mesmo tendo o carro liberado, caso aconteça algum acidente, você terá que apresentar o passaporte e a carteira de motorista e aí é que são elas.

      Excluir
  34. Oi Arlete, td bem?
    Adorei suas dicas... Mas queria te fazer uma pergunta. Se estou numa rodovia, e minha faixa está acabando, eu preciso ir pra faixa da esquerda e tem mtos carros nela, mesmo assim eu entro na frente deles? mesmo que seja perigoso? geralmente eu reduzo a velocidade p esperar eles passarem e meu professor fica nervoso e pega no volante.
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente, em uma rodovia em que uma pista irá acabar, esta informação é dada com bastante antecedência, juntamente com uma redução de velocidade para todos os carros. Quando voce ve o sinal de que a pista irá acabar, não espere que isso acontecça pra mudar de faixa, mude assim que você vir o sinal e for possivel. Quando o transito está lento e sua faixa termina por obras, por exemplo, deve-se seguir a regra do zíper (Reissverschluss), em que um carro de cada pista entra na pista ativa alternadamente. Se você está adentrando uma rodovia, esta pista é uma pista de aceleração, você não diminui a velocidade. Os carros que estão na direita é que tem que ir pra esquerda. Ao menos, foi assim que aprendi. Mas nem todos os carros saem da direita, então a redução muito curta é necessária. O seu professor diz que você tem que acelerar e entrar?

      Excluir
    2. Oi Arlete, obrigada por responder, me ajudou muito :)
      Sim, ele diz que eu devo acelerar quando estou entrando na rodovia, nao posso brecar. mas eu nao entendia, pq sempre achei perigoso entrar na frente de outros carros... mas ja entendi. Muito obrigada!

      Excluir

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin